Enter your keyword

Uma aparente melhora...uma evidente análise. Brasil: Um país AINDA de POUCOS.

No solo fértil do descaso governamental em termos de políticas de segurança pública e da omissão da sociedade perante as suas mazelas, o produto dos reagentes: Preguiçosa geração de empregos + má gestão das riquezas do país é igual ao fato temerosamente evidenciado em território nacional no ano de 2008: Falta ao Brasil uma consientização na questão de auto-crítica referente as estruturas economicas que o define como um país democrático.
A exemplo do que chamo de HOMEM-ANIMAL, sem ofensa ao ser dito irracional, os governantes da pátria rotulada como: " UM PAÍS DE TODOS ", tem vedado os olhos para os condicionantes da geração de emprego, provocando a ira dos " pensantes brasileiros ". Em função da perpetuação de um modelo brasileiro de SUPERAVIT( Saldo economico positivo de um país) estabelecido na ideologia - 1o) Enriquecer as inciativas privadas, (a grande maioria, instituições bancárias), 2o) Priorizar a cobrança abuvisa de impostos à classe trabalhadora-proletariada. 3o) Cobrar a escoação dos miseros centavos da classe oprimida pelo campo do comércio, o governo neoliberal do Brasil tem maqueado circuntâncias essencias tal a fundação de iniciativas de desenvolvimento social e economico sustentáveis ( e não de cunho assistencialista como os que temos visto... BOLSA-FAMÍLIA, AUXÍLIO-GÁS, AUXÍLIO-CRECHE, e outros que não julgo por desnecessários, mas secundários ). Sintetizando, as contas da REPÚBLICA BRASIL, é claro e de mesmo modo natural, desde que estes esforços fossem debitados para os seus devidos fins, quem paga são os brasileiros.

Escrevo este comentário não com o interesse único de denunciar algumas iniciativas, que por eufemismo prefiro nomea-las como falhas de uma potência em construção. Mas sem nenhuma hipérbole, vos afirmo, devemos nos preocupar com questões primarías como: Por que a criminalidade tem aumentado tanto em nosso país? Será que a fome acabou? E a escravidão...acabou ou mudaram os seus moldes e os seus senhores-patrões? A educação melhorou?... Bons profissionais serão formados? E a corrupção política...por que nunca cessa? E o despreparo policial que mata inocentes cada vez mais e banaliza o ato da morte... e o cidadão que tem vivido mais, conforme constatou a OMS( Organização Mundial de Saúde ) agora o brasileiro vive em média 72 anos. Isto é bom ou ruim numa pátria que só se lembra de pedir por paz quando do período de "Ano Novo" e que só clama por justica quando tem algum de seus próximos vítimas de uma bala perdida?

São muitas a indagações. Poucas respostas...óbvio, estamos todos acomodados neste sistema de que a culpa não é nossa. Pistas de como podemos solicionar esta equação nos temos. É encontramos a intecessão de todas estas indagações. Fácil...sim...rápida...jamais.

Nenhum comentário: