Poema: "Quando não sei o que fazer..."


Em nada me atrevo para ser entendido.
Falo pouco... Sendo mais imperativo... Murmuro!
Deixo que o silêncio perceba seu barulho.

Não me comovo...
e nem chego a ofender uma imóvel parede.
Tomo café,
enquanto da janela...
Costumeiramente
observo à fundo o quintal de uma casa.

Lá um cachorro branco e preto...
à procura de seus brinquedos (próximos a um pé de cactos ).
Uma lavanderia
e perto dela...
uma cadeira de pernas já escangalhadas pelo tempo.

Sinto-me ferido.
Chego a ter sangrentos embates de ideias, aludidos neste auto-retrato.
Não sei... é bem verdade,
Não suponho qual o fim deste labirinto de incertezas.

Pedra a pedra,
vou juntando alguma lucidez.
Ando... e a cada passo me firmo.

Acompanhado da amizade,
daquelas que não se amedrontam frente a espinhos.
E de muito amor...
do qual sou acrescido de uma felicidade transcendental;
Prossigo.

Não por boniteza,
mas por precisão
( como diria a poetisa ).

Sem saber o que praticar,
Vejo que me refiz em convicções “de pernas já escangalhadas”,
embora,
mais conscientes de seu rumo.

Cheio de vida,
tenho vontade em descobrir a cura de meu soluço.
Acho que por isso escrevo,
Quando não sei o que fazer.

3 comentários:

Olhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa amor....me sinto feliz por fazer parte de sua vida nesse momento tão importante de escritor/poeta....ainda mais q sou a sua musa de inspiração....TE AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO......muito e estou torcendo por vc sempre ...pq a minha alegria é ver vc bem,feliz e com muito sucesso....TE AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO...SEMPREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

Jéssica Azevedo
19 de janeiro de 2009 19:55 comment-delete

Thiagoooooooooo.
Particularmente,eu não me espanto mais com o q vc faz...
A medida q passa surpreendemos mais e mais com vc ( em aspectos positivos é claro )Adorei o BLOG parabens desse jeito vc vai longe...
Parabens tambem a Jessica por ser o centro de INSPIRAÇAO para esse escritor e poeta.

Reivison Roberto
20 de janeiro de 2009 21:08 comment-delete

Thiago, parabéns pelo trabalho, inclusive pelo poema, sei que muita coisa ainda brotarão da sua cabeça e coração para o bem da literatura. Abração, Avanilda.

Prof.Avanilda Torres
23 de janeiro de 2009 20:42 comment-delete