Ontem | Experiência

product

Hoje | Vivência

product

Há 5 anos | VemA

product

"A poesia move e enxerga a vida adiante do mundo"-Thiago Azevedo. Divulgue sua marca no VemA - Entre em contato pelo e-mail verdadematitude@hotmail.com ou através dos telefones (81)-87464557 (Pernambuco) ou (91)-84116397 (Pará).

Artigo de Opinião: FUTEBOL EM CENA - UM ESPETÁCULO TEATRAL.

Por: Diego Albuck. (Comentarista especial e leitor do VERDADEmATITUDE).


Alguém já reparou o quão o futebol e o teatro têm coisas em comum? O futebol é uma arte espetacular onde os jogadores atuam como se estivessem num grande palco. A direção fica a cargo do treinador que supervisiona e dirige à montagem do elenco. Para preparar o espetáculo existem os treinos em que o técnico faz os ensaios com alguns quesitos importantíssimos tais como: a alteração de algumas posições, testes e correções de alguns atores entre outras. Tudo isso para que tudo saia com exatidão na estréia.
Chegado o grande dia quando todos os refletores estão acesos e as cortinas se abrem (ops! desculpem) os portões se abrem e o tablado todo armado, agora está tudo pronto para começar o show. A grande torcida é o público que encara a peça com ânsia e temor, pois não se sabe o script do jogo, daí chega um ponto de difusão, pois nem mesmo atores, diretores e público conhecem o enredo e principalmente o desfecho, uma das qualidades excepcionais do futebol, visto que a história é escrita conforme o decorrer da partida.
Quando os craques da bola entram em cena a emoção começa, os ânimos se alteram e se dividem os papéis, os protagonistas e antagonistas, certo de que cada torcida tem seus vilões e mocinhos. O personagem que comanda o roteiro é o juiz, uma vez que ele é quem lidera as cenas (as jogadas) e qualquer encenação fora do cenário futebolístico, podendo acarretar em expulsões ou advertências. O futebol, muitas vezes, causa uma dualidade de emoções. Ora se confunde com a comédia dell´art contendo algazarras, gritos de torcidas, outrora como um drama shakespereano capaz de causar medos e instâncias, conforme já dizia Nelson Rodrigues: “A mais sórdida pelada é de uma complexidade shaskespereana”. Essa nuance se mistura sob a influência direta da platéia, que opina e xinga atos que não ocorrem no círculo teatral. O gol é o principal momento de êxtase do público, onde no teatro seria o ápice da cena, ocasião crucial de aprovação da torcida e que logo o transforma em aplausos. Porém se o resultado não agradar, a crítica é ferrenha e cruel que pode advir em demissões e/ou substituições de atores, fatores estes que contribuem para melhoria do próximo espetáculo. Este novo espetáculo com alterações é sempre um novo show, pois a história se reescreve novamente.
Com isso não quero afirmar que o futebol e o teatro são idênticos, mas que se identificam. Porque ninguém vê um jogo de futebol parado, pois assim não teria graça, esta é a maior qualidade desta arte. Porém não podemos esquecer que o teatro é um jogo, um jogo de persuasão, um jogo de atores, ele amplia a visão e os instrumentos de quem o “joga”. Por fim, finalizo com uma frase de Daniel Piza (colunista do Estado de São Paulo) “o futebol tem teatro, mas não é teatro”.
(Este artigo contempla a TDA Litterae Empreendimentos Educacionais S/A e Thiago Azevedo Sá de Oliveira [Editor deste blog e Pesquisador da TDA Litterae] em função da linha de pesquisa pela qual se entrelaçam o FUTEBOL, a MÚSICA e a LITERATURA; temas importantíssimos para serem debatidos. Para colocar mais uma pitada, faço essa comparação entre teatro e futebol, que contribui para o fortalecimento desta pesquisa que vê o futebol não só como uma paixão nacional , mais como um dado cultural ao lado da música, do teatro e da literatura.)


O autor deste blog reitera, agradece e divide todos os méritos da pesquisa TDA Litterae: "No país do futebol, o meu canto é a Literatura!". O "VemA" é um espaço democrático, através do qual todas as atitudes positivas, de TODOS os seus leitores tem voz ativa. Aqui, a VERDADE é sempre publica em ATITUDE!




13 Response to "Artigo de Opinião: FUTEBOL EM CENA - UM ESPETÁCULO TEATRAL."

Anônimo disse...

moito bom texto , apesar de não acredita mnessa comparação mas de modo que foi escrito parabéns ao autor

Rayanne disse...

Hum... adorei!!!
Realmente, os pontos que foram focados no texto, se relacionam de fato. Contudo, a maior diferença do teatro para com o futebol, é que, o ápice da cena no teatro se torna uma caixinha de surpresas repletas de emoções diversas; enquanto no futebol, se baseia apensa em duas, um gol perdido ou concretizado. Portanto se fosse para escolher, sincera e honestamente ficaria com o teatro, por ter a capacidade de ir além do real, atingindo o psiquê de cada um de uma maneira específica.

Anônimo disse...

agorai o texto viu. muito bom mesmo.
vc é o cara!!

Vanessa Gomes disse...

Poesia na certa! Já que através da linguagem exalta de forma estética o teatro e o futebol. Onde as estruturas futebolísticas são comparadas assimetricamente as do teatro, sem deixar de enaltecer nenhuma das duas artes.

O autor nos prova na sua argumentação que é um possuidor de um vasto conhecimento literário já que à medida que as argumentações são apontadas, são associadas a obras/autores literários.

Diego mais uma vez está de parabéns pelo show eloquencia.
A minha admiração por este grande escritor só aumenta!
Abraços.
Vanessa Gomes

Bruna Pontual disse...

Texto com VERDADE' ATITUDE' e muito TALENTO mesmo...
Adorei, Parabéns Di =D

Abraços teatrais!!

Almir Oliveira disse...

Feliz analogia.
Bem inteligenge essa direta comparacao entre o futebol (arte) e a (arte) cenica. E o melhor, concordando com o autor, o enredo do espetaculo é desconhecido por todos e construido nos instantes da encenacao.

Valeu, excelente artigo

Anônimo disse...

Como dizia Nelson Rodrigues :"O futebol é a coisa mais importante dentre as coisas menos importantes"


Nada como uma frase de um grande dramaturgo para comentar esse texto que, por sinal, foi bem escrito..rs

Gabriela disse...

vc tbm não pode esquecer, q tanto os atores qnto os jogadores, muitas vezes jogam/ atuam por dinheiro o q torna a recriaçao mais emocionante, dai fica a pergunta será q arte tem preço?


ps.: quem escreveu mesmo?
está muito bem escrito parabens!

Jaqueline disse...

muuuito bom meesmo,
Parabééns thiago!
é meu amigo, pÕ ;)

Nilson Vellazquez disse...

Texto massa, mas permitam-me discordar do seguinte: o juiz. O juiz estraga o futebol, o juiz é a burocracia, é quando aquela pelada no campo de terra batida,em que cada jogador é um pouco de juiz, perde a poesia. É sempre bom saber que existem pessoas que treinam e se dedicam de forma extraordinária àquilo que sabem fazer, ou que pelo menos, dizem saber (porque tanto no futebol quanto no teatro tem muito perronha, viu?). Além do caráter mobilizador e aglutinador de massas que os dois postos em cheque possuem; o futebol mais do que o teatro, e isso é questão política, o teatro faz pensar mais, a interação é maior. Não é a simples interação de xingar a mãe do juiz, e de participar ativamente de uma obra de arte. Sonho com o dia em que, no Brasil, o teatro terá a mesma importância que o futebol. Sonhar é preciso!
Parabéns!

jaqueline disse...

GOOSTEI , Tem que honrar o nome né diego, tda literae.
MUUUITO bom, PARABÉÉÉNS!
:)
Beeeeijo.

Thaynan Dias disse...

Analogia PERFEITA!
Não poderia ser melhor!
O autor tira as escamas de nossos olhos ao fazer essa comparação entre duas artes aparentemente tão distintas, consequentemente, incomparáveis. Parabéns!
Realmente orgulhosa de ti, Di!
(L)

Marcos Tavares disse...

O texto está perfeito!!1

Maravilhosamente bem escrito!!!

Um viva a TDA Litterae!!!

"A poesia move e enxerga a vida adiante do mundo". Divulgue sua marca no VemA - Entre em contato pelo e-mail verdadematitude@hotmail.com ou através dos telefones (81)-87464557 (Pernambuco) ou (91)-84116397 (Pará).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Opine e construa!

Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:

Licença Creative Commons
.