Enter your keyword

Uma DATA para a HISTÓRIA: 90 anos de “Pernambuco falando para o mundo”.



Em 1919 surgia no Recife um dos períodos jornalísticos de maior credibilidade na América Latina. Foi no dia 3 de Abril que passou a circular de mão em mão, de boca em boca as notícias antecipadas sobre o Brasil e o mundo pelo bem informado Jornal do Commercio. Fundado pelo empresário, jornalista e político paraibano F. Pessoa de Queiroz, o Sistema Jornal do Commercio lançou para o mercado das celebridades inúmeros artistas, apresentadores e escritores de renome nacional, a exemplo desta afirmação, cita–se dentre tantos o baiano Castro Alves, ele que foi colunista especial do JC. Hoje, o JC é líder de vendas em todo o norte-nordeste conforme constata o Instituto de Verificação do Consumidor (IVC).
Ao longo de sua história muitos dos principais prêmios nacionais destinados ao setor de comunicação, como o prêmio Esso Regional Nordeste, Fiat Allis, Vladimir Herzog, Imprensa Embratel, Unisys e José Reis de divulgação científica, entre outros foram conquistados pelo folhetim pernambucano. A publicação também é recordista absoluta do Prêmio Cristina Tavares, maior reconhecimento jornalístico pernambucano, com dezenas de troféus em texto, arte, foto e desenho.
Entre os reconhecimentos mundiais, destacam-se o Prêmio Desertificação: Uma Ameaça Global, conferido pela ONU, além do International Library of Photography e vários reconhecimentos no News Page Design (que elege as melhores capas de jornais do mundo).
Isso e muito mais você só encontra a exatos 90 anos no boletim preciso e diário do JC, que como prêve o seu slogan que todos sabem de cor: “Pra saber, tem que ler”. Parabéns JC! São os votos do VemA.

Nenhum comentário: