Enter your keyword

Poema: "D'antes".


Revoltos navegantes.
Em mares devotos.
Remotos Habitantes
Caraíbas “explórios”.

Da luz de domingo,
açúcar-petróleo.
Na chama de pedras,
Ruínas ao chão.


 De vidas perdidas
Não surge o perdão;
  Escravos do sol.


   Miséria destruída,
Reconstituída e flagelada,
Decaída em grão.



Poema publicado também na seção "Prosa poética" do site Recanto das Letras (http://recantodasletras.uol.com.br/prosapoetica/2143316).

Nenhum comentário: