Enter your keyword

Poema: Equidistante



Alma e certeza do medo
sol nítido de abajur
brilha,contrasta e não reflete.

Música e violino do rock
ira de piano de cauda
canção que canta e não ressoa.

Melódia e penumbra da rua
manhã de lua noturna
calor que umedece e não goteja.

Poema e palavra ao leo
aurora grão-pólen da flor
transpira e não passa da terra.



Poema publicado também no site Recanto das Letras, na seção Poesias (AQUI).


Nenhum comentário: